Esta casa foi-me oferecida, em tempos, pela minha namorada como prenda de Natal. Cresceu, sobreviveu e continua a resistir…
É apenas mais um blog que fala de coisas, coisas que, por vezes, estão ligadas ao dia-a-dia de duas mulheres que vivem juntas e acreditam que têm uma vida exactamente igual à da maioria dos casais, apenas com a diferença de lá por casa o tampo da sanita nunca ficar para cima :P


segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sou cool :O



Li algures que é cool ser lésbica.


Será que está na moda ser lésbica?

21 comentários:

Dantins disse...

Esta história da moda é uma questão de que falo várias vezes.

Não diria que é uma moda, mas na realidade cada vez se vê mais lésbicas e muito jovens o que me leva muitas vezes a colocar uma questão: se será apenas uma fase e daqui a alguns anos a maioria estará com marido e filhos ou se se manterão assim.

Os meios de comunicação também são um pouco prova disso, vejamos a quantidade de lésbicas que encontramos em várias séries e até já a nível nacional.

Estes podem ser factores que permitem que haja uma maior coragem para assumir a sua sexualidade.

Para mim foi tudo muito diferente, não se falava do assunto, não havia personagens lésbicas e inclusive a única pessoa que eu conhecia era mesmo a minha cara-metade.

Isto não é uma critica, é apenas uma constatação de como as coisas mudaram e ainda bem.

Poppie disse...

Eu acho que são duas coisas. Por um lado, menos receio em assumir aquilo que se sente, consequência da maior aceitação da homossexualidade pela sociedade. Além disso, a homossexualidade feminina sempre foi vista com piores olhos que a masculina e desde alguns anos, essa situação tem vindo, pouco a pouco, a alterar-se, felizmente. Por outro lado, existe também uma maior abertura para a experimentação sexual na adolescência. O ano passado, no Queer, vi um documentário (do qual não me lembro do título) sobre o número crescente de bissexuais entre os adolescentes norte-americanos. Fiquei com a ideia que para muitas, neste caso, é mesmo uma questão de experimentação sexual. Tanto pelas imagens do filme, como pelas adolescentes eufóricas presentes na sala. Mas acima de tudo, acho que existe menos receio em assumir a orientação sexual. Não acredito, como dizia um amigo meu, que existam, por exemplo, meios profissionais, geográficos, culturais sociais ou políticos mais propensos à homossexualidade. Existe sim, uma maior abertura e respeito, ainda que insuficientes.

estrelaminha disse...

bom dia!
a última frase diz tudo; "...as coisas mudaram e ainda bem".
mudaram algumas mentalidades, também a postura de muita gente lgbt, pois com mais ou menos receio abrem as portas e partilham as suas vivências. tudo isso, faz com que a própria comunicação social esteja atenta a esta realidade, facilitando a vida dos que se sentem oprimidos.
não considero que seja uma moda. penso, isso sim, que com mais abertura da sociedade vão surgir cada vez mais pessoas a assumir a sua orientação sexual.
beijocas

Ana disse...

é um facto que hj ha cd vez mais abertura da sociedade, tt em relaçao a orientaçao sexual, cm noutras coisas, e isso faz, com que, naturalmente, as pessoas tenham mais liberdade e vontade d s expressar, é claro, e ainda bem ke o mundo mudou!

agora uma coisa é certa... parace ke tbm começa a ser vista cm uma moda... ha mta gente ke d repente diz k é bi ou lésbica pk sim, pk nakele dia apetece, pk kerem algo diferente, mas penso ke na realidade não o são, e penso ke isso é fruto do ke hj se vê na TV, nas series e isso... penso ke para mtas pessoas é so uma fase, uma curiosidade pelo desconhecido ;)


P.S - já tnh bilhetes p cirque du soleil :P:P:P

Dantins disse...

Vou salientar algumas das ideias que foram aqui deixadas.

Poppie
Curiosamente eu tenho uma visão diferente em relação à aceitação da homossexualidade pela sociedade, eu tenho a ideia de que é mais bem aceite a feminina do que a masculina.
Eu também considero que não existem meios mais propensos à existência da homossexualidade, mas sim sociedades mais propensas à sua aceitação.

estrelaminha
É uma facto que as sociedades mais abertas permitem mais a "saída do armário" e obviamente issso é positivo.

Ana
O mundo mudou e precisa de mudar mais!
Partilho totalmente da tua opinião no segundo parágrafo, por isso mesmo é que eu questiono se não se trata mesmo de uma moda e se não passará apenas de uma fase para muitas.
Não quero dizer com isto que tenha algum problema em ser assim, o importante é as pessoas sentirem-se bem com a sua sexualidade, seja ela qual for.

Tenho a certeza que vais adorar o Cirque, depois quero saber a tua opinião :)

walla disse...

É certamente uma fase, não digo que seja má mas não é de certeza uma coisa boa.
Praticamente todas as moças de hoje se consideram bissexuais e orgulham-se disso só para ser 'fashion'. Tal pode tirar a credibilidade a toda a luta dos lgbt se não for visto do ângulo certo.

Há tempos diziam-me "É fashion ser 'diferente' e é ainda mais popular ser 'open mind'...tu és assim só para chamar a atenção!"...

fiel.jardineira disse...

Penso que também passará por uma moda sim. O facto de muitas celebridades se assumirem como homossexuais ou bissexuais muito contribui para isso. E por esse aspecto penso também que ha muito mais sexualidade homossexual, mas nao implica necessariamente amor homossexual.De qualquer forma penso que a visibilidade que se instala é benefica para quem realmente ama outra pessao do mesmo sexo e quer estabelecer uma relaçao socialmente saudável. Também concordo que q homossexualidade feminina é mais bem aceite do que a masculina, embora estes sejam muito mais visiveis e descomplicados...
Beijinhos às 2

cegonhagarajau disse...

Provavelmente nos meios mais urbanos, nas camadas mias jovens, considero que seja uma questão de "moda" ou simples curiosidade sexual.
No entanto não acredito que nos meios mais pequenos seja uma moda, de facto mais gente sai do armário, mas sim porque conseguem arranjar coragem ao verem cada vez mais referências à temática na comunicação social e na internet numa vertente de maior aceitação pela sociedade.
Penso que são estes os factores responsáveis, pois infelizmente, depois do passo dado, a aceitação social não passa de uma ilusão e muitas continuam a ser alvo de afastamento social e a terem que ser muito fortes para conseguirem fazer prevalecer a sua forma de ser e estar.

Leonor disse...

Partilho das mesmas opiniões deixadas anteriormente. O que acho que realmente está na moda é a Bissexualidade. Apenas por adolescentes que se querem destacar dos outros pela diferença. E como hoje em dia existe uma maior amplitude nas mentalidades das pessoas esses mesmos adolescentes adam por aí a gritar ao mundo que são bissexuais.
O pior disto tudo são aqueles que "saem do armário" para os familiares e ouvem regularmente "Ah, isso é uma fase. Daqui a uns tempos voltas a gostar de homens/mulheres" o que é ridículo. Ou frases do género "A Homossexualidade agora virou moda"

Beijinhos e boa semana!

Z.B. disse...

É engraçado, eu e a minha namorada tb achavamos que eramos unicas no mundo. Achavamos que não tinhamos "culpa" de nos termos apaixonado... eramos unicas no mundo, e como eramos felizes... foram 6 anos de felicidade, de alegria, de segredos, de coisas novas, sentidas, nossas... Um dia conhecemos outras lésbicas, e outras e mais outras... até que ma levaram... Disse-me alguém que não lutei por ela, que a entreguei numa bandeja... mas se ela olhou para outra mulher, se me trocou, que podia eu fazer?
Então só me resta viver da recordação de um dia ter sido feliz

tulipa disse...

Talvez nos meios urbanos maiores...ainda hoje ouvi tantas criticas...que por aqui a moda deve demorar a pegar.

um abraço
tulipa

GRAFIS disse...

A adolescência é uma fase do crescimento muito propensa à experimentação, mas eu não acredito que se não houver uma certa propensão para, se possam ter experiências homossexuais por uma questão de “moda”.

Dantins disse...

walla
Concordo com essa questão da luta lgbt poder perder alguma credibilidade com esta "moda".
Espero que pelo menos a moda do "open mind" se mantenha e ajude a tornar a sociedade mais aberta.

fiel.jardineira
Pelo menos na questão da visibilidade ficamos a ganhar, se isso ajudar a tornar as mentalidades mais abertas, óptimo!
Beijos nossos para vocês.

cegonhagarajau
De facto há que distinguir duas realidades completamente diferentes, nos meios urbanos é mais fácil sair do armário, as pessoas não são tão próximas e a crítica social não é tão feroz. Agora nos meios mais pequenos ainda é um acto de coragem assumirem-se.
Bem vinda a esta casa.

Leonor
Possivelmente a moda será mesmo ser bissexual. Esta "moda" pode tirar alguma credibilidade àqueles que são mesmo homossexuais, sobretudo perante os pais que vão acreditar, ainda mais, que se trata de algo passageiro.
Espero que pelo menos as mentes abertas se mantenham.
Bjos

Z.B.
Acho positivo conhecermos pessoas que têm histórias idênticas à nossa.
É mau terem levado quem amas, mas segue com a tua vida, quem sabe se ainda vais encontrar o teu grande amor :)

tulipa
As mentalidades estão a mudar, mesmo nos meios pequenos, mas ainda há um grande caminho a percorrer.
Esse tipo de críticas nem merecem ser ouvidas.
Coragem
Um abraço

GRAFIS
Eu também pensava assim, mas depois de conhecer algumas histórias de pessoas mais jovens, já não sei bem se a "moda" não existe.

as velas ardem ate ao fim disse...

Para mim o que será sempre moda é gostar!O sexo de quem se gosta é o que menos importa!

um bjo

kris disse...

Não sei se será moda. Apenas como as mentes estão ligeiramente mais abertas...para alguns parece ser novidade..e quando há novidade, tem tendência ou a ser moda, ou a ser desastre..menos mal então.

beijo

antónio fogaça disse...

é um facto que, actualmente, ser gay é fashion, cool, o que quiseres. a isso se deve muita da visibilidade que se dá a pessoas do mundo da moda, da televisão e do cinema que se assumem como homosexuais ou bisexuais, quer por o serem, quer para chamarem a atenção das "câmaras". no entanto, mesmo neste mundo, existem 2 tipos de pessoas: as que o são, vivem bem com isso e não precisam de quase convocar uma conferência de imprensa para o afirmar (jodie foster, p.e) e aquelas que necessitam de uma atenção constante dos media para não escaparem a uma capa de revista (lindsay lohan é um exemplo).

todos nós já fomos adolescentes, e sabemos como somos afectados pelo que nos rodeia. a questão é que, no nosso tempo, a quantidade de informação que circulava era bem menor. por isso, adolescentes que se afirmam homo ou bi, apenas por ser cool, ou que experimentam relações homosexuais não me choca, nem me parece grave. à medida que forem crescendo vão encontrar a sua verdadeira orientação, qualquer que ela seja, e vão talvez viver muito melhor com ela, em vez de viverem culpabilizados como acontecia há uns anos atrás.

não concordo com o facto de a luta lgbt sair describilizada por esse motivo. pelo contrário, ao tornar-se tão banal o aparecimento de figuras homo e bisexuais, personagens de séries ou reais, ajuda a que muita gente de palas no olhos talvez passe a olhar para a questão de uma forma mais "normal".

Pedrasnuas disse...

O TEMA JÁ FEZ CORRER TINTA E PROGRAMAS DE TELEVISÃO...FILMES,NOVELAS...
NA MINHA OPINIÃO NINGUÉM PASSA A SER GAY OU LÉSBICA PORQUE ESTÁ NA MODA...PORQUE LHES DÁ NA CABEÇA SER... OU PORQUE É GIRO...
OS RELATOS QUE OUÇO NÃO SÃO ESSES...SÃO PESSOAS QUE SOFREM MUITO PARA SE ASSUMIREM...
O QUE SE PASSA É QUE AGORA MAIS DO QUE NUNCA O TEMA ESTÁ A DEIXAR DE SER TABU...
RESTA ACEITAR A DIFERENÇA COMO QUALIDADE INTRÍNSECA DA NARUREZA HUMANA.
O MUNDO ESTÁ EM PERMANENTE MUTAÇÃO, EVOLUÇÃO...ATÉ NAS ESCOLAS JÁ SE ENSINA NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO SEXUAL QUE HÁ MENINOS QUE GOSTAM DE MENINOS E MENINAS QUE GOSTAM DE MENINAS. AS CRIANÇAS DA MINHA FAMÍLIA JÁ SABEM ISSO...
FACTO QUE NA MINHA ALTURA SERIA IMPENSÁVEL!!!
LOGICAMENTE QUE LEVA O SEU TEMPO...NÃO HÁ COISA PIOR QUE GENTE ATADA...ATROFIADA.
TODOS SOMOS DIFERENTES E COMO TAL DEVEMOS SER RESPEITADOS POR ISSO...


ABRAÇO SENTIDO

walla disse...

Mas por ser tornada tão "banal" é que poderá ser desacreditada.

óbvio que o que se pretende demonstrar é que somos todos iguais mas, como disse a Dantins, muitos pais vão ser levados a pensar o assunto de forma ligeira pois "é tudo só uma fase, na verdade a minha/meu filh@ ainda é 'normal'".
E não queremos isso....

B' disse...

Fiz um comentário a este post no meu blog, se depois quiser passe lá para ver :) .

Dantins disse...

as velas ardem ate ao fim
Não poderia estar mais de acordo, o que devia de estar na moda é o amor, amar sem qualquer barreira.
Bjos

Kris
O que nós precisamos é de mentes abertas, se a maior visibilidade contribuir para isso, é excelente.
Bjos

antónio fogaça
É um facto que a visibilidade é maior, muito em parte graças à imprensa que adora explorar estes casos.
A Jodie Foster é para mim um excelente exemplo, vive a sua vida pacata ignorando a imprensa. É uma mulher de sucesso, com a sua família, carreira e uma fora das luzes da ribalta.
É excelente que as camadas mais jovens tenham as suas mentes mais abertas, a única coisa que questiono é se as manterão asssim para o resto das suas vidas, se continuarão a aceitar a homossexualidade da mesma forma.
A luta lgbt precisa de visibilidade, concordo totalmente. Mas, ao ser algo tão volátil, poderá ser considerado por muitos de uma forma ligeira, de como se trata apenas de uma fase e desta forma pode tirar alguma credibilidade a algumas das reinvidicações desta luta.

Pedrasnuas
Felizmente estamos no bom caminho, as coisas estão a mudar e isso é excelente.
O importante é que as pessoas vivam uma sexualidade feliz e que não sofram consequências por isso.
O respeito é essencial por todos, sejam quais forem as suas opções.
Um abraço

walla
A questão que referes, como já tinha dito, é essencial. Ao ser demasiado banal e "volátil" os pais vão ter uma maior dificuldade em compreender quando se tratar de uma situação sem retorno. Vão acreditar que se trata apenas de uma fase, ainda há esperança...

B'
Aconselho a lerem o comentário da B'. Faz uma boa "síntese" de muito que foi dito por aqui e curiosamente partilho totalmente da opinião dela, estamos em sintonia.
Obrigada.

SaraChuva disse...

Dantins,

Adoras colocar temáticas que já sabes que trarão discussão ;)

eheheheh

É bom!