Esta casa foi-me oferecida, em tempos, pela minha namorada como prenda de Natal. Cresceu, sobreviveu e continua a resistir…
É apenas mais um blog que fala de coisas, coisas que, por vezes, estão ligadas ao dia-a-dia de duas mulheres que vivem juntas e acreditam que têm uma vida exactamente igual à da maioria dos casais, apenas com a diferença de lá por casa o tampo da sanita nunca ficar para cima :P


quinta-feira, 14 de abril de 2011

A recordar...

Ao deambular pela net encontrei esta foto que me fez regressar à infância. Estes foram os únicos "animais de estimação" que eu consegui convencer a minha mãe a deixar-me ter…

6 comentários:

Pioio disse...

Também já tivemos aqui em casa essas criaturas... porque alguém teimoso pediu mas depois para não variar deu asneira e tivemos de os entregar numa escola!

Enfim... puguices!

AD disse...

Bichos da seda nunca tive...

Os animais de estimação da minha infância foram outros:
- cães, desde que me conheço e até à idade adulta sempre tive cães (recordo com especial carinho duas cadelas de nome Estrela, uma perdigueira do mais meiga e doce que conheci e uma podenga doida e ternurenta);
- também tive canários, peixes, cágados e grilos;
- e passaram lá por casa um furão e um ouriço-cacheiro.

Xu disse...

LOL lá em casa também foram os únicos animais de estimação que o mano conseguiu ter e grilos!:>

Dantins disse...

Pioio
Eu por acaso ainda pensei tentar convencer/chatear a AD para termos uns bichinhos da seda, mas depois lembrei-me que eles não socializam muito e desisti :p

AD
De certeza que não tiveste um panda ou um koala? :P Tu foste uma priviligiada...

Xu
Os bichos da seda são os "animais de estimação" que todas as mães deixam ter :P


Mais tarde, já adolescente tive peixes que "evoluiram" de Safagundes a Safagundes Júnior Filho III, depois tive o Xico um piriquito muito querido que adorava andar no nosso ombro e brincar connosco. Quando já não vivia na casa dos meus pais, eles adoptaram o Manjerico, um cão super giro, com um ar todo pimpão...

AD disse...

Panda e koala não tive :( mas há outro animal com que convivi na minha infância: uma macaquinha.

Nos bombeiros havia uma macaquinha e eu ia visitá-la e levava-lhe bananas (que eu não comia pr eram para dar à macaquinha) e amendoins que ela vinha buscar à minha mão.

Houve uma altura que estive uns tempos sem a visitar e ela veio ter comigo só para me arranhar e mostrar o descontentamento com a minha ausência... na visita seguinte fizemos logo as pases :)

a disse...

De onde venho não há bichinhos desses.

Bom FdS.