Esta casa foi-me oferecida, em tempos, pela minha namorada como prenda de Natal. Cresceu, sobreviveu e continua a resistir…
É apenas mais um blog que fala de coisas, coisas que, por vezes, estão ligadas ao dia-a-dia de duas mulheres que vivem juntas e acreditam que têm uma vida exactamente igual à da maioria dos casais, apenas com a diferença de lá por casa o tampo da sanita nunca ficar para cima :P


segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Vício ou lazer


Em convívio com amigas ao jantar a conversa lá foi, mais uma vez, parar ao Facebook e à Farmville e companhia. Questionávamos o tempo que se gasta/perde em frente do computador a cuidar de uma quinta virtual e de como encaramos essa tarefa com grande afinco e responsabilidade.

Conseguimos ser mais disciplinados e rigorosos com estas tarefas do que em outros aspectos da nossa vida real. Gastamos/dedicamos tempo a um mundo virtual quando, lá fora, temos uma vida real que vai passando por nós.

Onde está a fronteira entre o razoável e o “vício” no que se refere às horas que gastamos/perdemos em frente de um computador? O que se ganha/perde com isso?

12 comentários:

sal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sal disse...

poix... namorando eu com uma aficcionada por bricolage, com maior desgosto de não poder ter um jardim no 2 andar, como devem calcular essa coisa da quinta virtual foi ouro sobre azul, depois da quinta, veio o apartamento virtual (que entretanto já foi vendido), depois veio o café e agora à qlq coisa que é um rock não sei quê, que ainda nem perguntei o que era, mas que vejo a passagem dos niveis no mural.
Portanto, sei do que faz nas horas de trabalho pelo que aparece publicado! :P

Mas eu, latifundiária de serviço só mesmo a noite, mas isso é agora que já passou o "vicio". belive me depois dos 38 já não é a mesma coisa! ;)

Bianca disse...

Facebook para mim é mesmo pelos alertas de aniversário, porque vivo a leste desse tipo de preocupações. Quanto a tempo dedicado ao teclado é o q.b. , no geral só mesmo para blogar, gosto!
E jardim tb adorava, ao vivo e a cores, mas vivo num 3 andar e plantas, que amo, só mesmo nos vasos:-(

POC disse...

É bem verdade, chega a ser irracional! Eu confesso que a "saga" já me passou, ainda não abandounei, mas já "planto e cozinho" para 3 e 4 dias...
Hoje, por exemplo, estou de férias, sem carro, sem nada para fazer e devo ter, em desespero, experimentado todos os jogos e mais alguns que existem no face. Verdade seja dita, sinto que perdi um dia de vida...

Há tanta coisa para fazer lá fora, gente com quem podemos estar, que nos fazem sentir bem e disfrutar do nosso tempo...

E pronto...

Beijo

Fernanda disse...

Gostei de ler-te.
Mas, naba como sou nestas coisas de facebook, hi5, myspace e sei lá mais o quê,...tenho que agradecer o facto de não ter paciência para perder/ganhar tempo em frente ao pc.
A minha quinta já deve estar a definhar...é que para além de não perceber pivia daquilo, não consigo estar mto tempo em frente a esta máquina que nos liga e desliga do mundo e dos outros, quer sejam conhecidos ou desconhecidos.


Um beijo e um bom fim de semana

walla disse...

Por vezes é aquele pior "sentir que somos úteis" só porque temos algo que fazer. Essa pode ser a parte triste da questão.

Pedrasnuas disse...

TENS RAZÃO...É VÍCIO,LAZER E TAMBÉM TORNOU-SE UMA MODA...EU VOU LÁ DE PASSAGEM...NUNCA PERCO MAIS DE 30 MINUTOS POR DIA...PRIMEIRO NÃO ENTENDO A MAIORIA DAS APLICAÇÕES E MUITO MENOS A RESPONSABILIDADE DE UMA QUINTA VIRTUAL...
EM FRENTE AO COMPUTADOR PASSO MUITAS HORAS A TRABALHAR ...

OBRIGADA PELO COMENTÁRIO E DESEJO-TE TAMBÉM UM BOM FERIADO

Gaga disse...

Um pc nao e mais que um utilitáro.
Serve para o trabalho, lazer, estudo, etc.
Dependente, sou, confesso, viciada, nao.
Mas tambem sou dependente do micro-ondas, por isso...

Nao deixo de fazer nada, para estar neste mundo virtual. Mas ja faz parte do meu dia a dia.

Agora 'tou numa de WII. Sao fases, isto passa.

Fui...(axo q nc escrevi tt num comentario)

pinguim disse...

tenho pena, mas não consigo tempo, nem paciência para esse "vício" das novas redes sociais, o Farmville, no Facebook.
São inúmeros os pedidos para isto ou para aquilo, da parte de amigos...
Beijokas.

orquídea disse...

O que ganhei... foi hoje um espantalho para colocar no meio das hortaliças (ambas as coisas virtuais) que me chegou de presente por via da namorada, que sabia que gostaria de o ter lá na quintarola. E este, o gesto, é bem real, bem como o sorriso com que fiquei de orelha a orelha (o boneco custa uma nota!).

Há muitas formas de brincar, partilhar e projectar sonhos...
se for através de uma quinta virtual, do mal o menos...

bjs x2

Pugo disse...

Com muita sinceridade vos digo que inicialmente, quando me falaram do Facebook e mais concretamente da Farmville adorei a ideia. Quando me mostraram foi a desilusão. Acho que para a época em que estamos, em termos "jogo" e de grafismo é totalmente pobre...
Mas fora essas partes, quando comecei a ver que a maior parte das pessoas que me rodeavam eram totalmente viciadas, e que as conversas passaram a basear-se quase só nas quintas, achei mesmo que não era para mim...

Depois há outra questão: eu não tenho vida para ter uma quinta!!! Ahahahha...
Durante as horas de trabalho pouco mais faço na internet para além de trabalhar mesmo! Quando chego a casa, se há coisa que nunca me apetece é ficar em frente a um pc, quando há tanta coisa melhor para se fazer a 2!!! :D :D :D

Há uns anos atrás e porque viviamos separadas por milhares de km, tinhamos os computadores quase como única forma de contacto diário e posso dizer que passava as noites todas frente ao pc... Ao fim de quase um ano admiti que só mesmo por amor o fazia, pois sentia-me mesmo presa a um computador e a perder algumas das coisas que me rodeavam...

Hoje em dia, quando chegamos a casa, raramente o pc sai da mala, só mesmo em caso de necessidade... São os únicos momentos do dia que são só nossos.

E pronto, não preciso de muito mais para dizer que, para mim, estar tão presa a esse tipo de "porgramas" é mesmo uma perda de tempo. E, pior ainda, acaba por interferir também com outros aspectos na vida que ficam a isso limitados: tal como ter horários para fazer isto ou aquilo, ter sempre necessidade de ir para casa ligar o pc p/ mais uma tarefa, dominar as conversas entre amigos....
Sinceramente acho que é um vício totalmente limitativo!

Sei que muitas das pessoas que por aqui passaram vão discordar totalmente de mim, mas atenção que isto é a opinião de alguém que inclusívé detesta estar muito tempo "fechada" em casa... Por isso, compreendam que também isto me "sufocaria"...
Ahahhahahahaha

Vá, beijocas

Ginger_Cat disse...

É em boa verdade um tema actual. Para mim as quintas e cafés virtuais são a distracção que tenho enquanto não tenho o que fazer. Prefiro sair, praia, espectaculos ... etc. Não fico agarrada a isso se tiver qualquer outra alternativa. O Facebook permite reencontrar antigos colegas de escola e a continuidade de amizades actuais, mas está longe de ser a minha principal preocupação nos meus tempos livres.